Follow by Email

Mensagens populares

Número total de visualizações de página

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Simbolos egípcios


OLHO DE HÓRUS :
Olho de Hórus ou 'Udyat' é um simbolo, proviniente do Egito Antigo, que significa proteção e poder, relacionado à divindade Hórus. Era um dos mais poderosos e mais usados amuletos no Egito em todas as épocas.

ANKH :

Ankh, conhecida também como cruz ansata, era na escrita hieroglífa egípcia o símbolo da vida. Conhecido também como símbolo da vida eterna. Os egípcios a usavam para indicar a vida após a morte.
A forma do ankh assemelha-se a uma cruz, com a haste superior vertical substituída por uma alça ovalada. Em algumas representações primitivas, possui as suas extremidades superiores e inferiores bipartidas. 



Escaravelho

O escaravelho, inseto sagrado para os egípcios, que nos remete a essa imagem cíclica de imortalidade.
Associado ao verbo kheter, a significar "vir à existência", corresponde à imagem do sol que renasce de si mesmo.
O escaravelho tem esse caráter, pois passa o dia inteiro empurrando entre as patas uma bolinha feita de suas fezes
enquanto o sol está cruzando os céus em direção ao ocaso.
Com a chegada da noite ele a enterra, e a fêmea vem colocar aí seus ovos.
Ao amanhecer, um jovem escaravelho nasce do excremento para de novo acompanhar o astro rei em seu caminho.
Tal qual o sol que ressurge das sombras da noite, o escaravelho renasce da própria decomposição.
O velho escaravelho morre, mas do ovo que fecundou sai outro escaravelho,
como a alma se escapa da múmia e sobe para o céu. Assim, o insecto era, para os egípcios,
o símbolo da vida que se renova eternamente a partir de si mesma.
Ele renova as energias, protege contra todos os males e proporciona vida longa e feliz a quem o usa.

Amanhecer





Consagrado ao Deus Rá, representa o ponto onde o Sol nasce no horizonte e simboliza o princípio da criação.
Indicado para auxiliar em momentos de crise, que envolvem profundas mudanças na vida,
principalmente aquelas que envolvem reavaliação do passado.

Serpente

 






Talismã muito poderoso, presente em quase todas as culturas,
a serpente representa a manifestação da energia criadora e a ligação entre o céu e o mundo das trevas.
Traz sabedoria, desenvolve a intuição e favorece a saúde.

No Egito, as serpentes simbolizavam proteção às divindades egípcias.

No Egito, a serpente era venerada e encarregada de proteger locais e moradias.
Cleópatra era uma sacerdotisa do culto à serpente.
Todos os seus pertences e adornos eram em formatos de cobras e similares.

Coração

 


Os egípcios acreditavam que o coração era a morada da alma e,
para evitar que ela escapasse ou fosse maltratada, colocavam sobre o peito um objeto com esse formato.
Como talismã, o coração traz proteção em todos os assuntos ligados á vida afetiva.

KA, A ALMA


Os egípcios davam o nome de Ka ao principio da vida e da energia,
que representavam com um par de braços sem cabeça.
Apesar de estranha, essa imagem traz muita força e vitalidade, além de favorecer bastante o relacionamento afetivo.

CABEÇA DE COBRA 




É outro símbolo poderoso.
Esse talismã simboliza a salvação e a proteção, é inspirado em Ísis,
uma deusa relacionada com ritos em homenagem à Lua e às vezes representada como uma serpente.
Seu uso continuo ajuda a evitar desgraças e protege contra todo tipo de ataques e agressões.

Sem comentários:

Enviar um comentário