Follow by Email

Mensagens populares

Número total de visualizações de página

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Verifique se é hora de cuidar da sua mediunidade




Leia atentamente as perguntas abaixo e responda sim ou
não. Elas podem apresentar indícios de incômodos com sua
mediunidade. Não são patologias, mas sinais indicadores de que
você deve se preocupar com sua mediunidade.


1. Alguma vez já lhe chegou às mãos um livro espírita para
que lesse? Em caso negativo, procure conhecer sua mediunidade,
ao menos teoricamente, lendo O Livro dos Médiuns assim como
outras obras de Allan Kardec;

2. Suas conversas com os amigos sempre acabam por gi-
rar em torno do espiritual? Caso você tenha preconceito em rela-
ção a esse assunto verifique sua proximidade com o místico e o
transcendente ou quão distanciado se encontra. Estar lendo este
livro, por exemplo, é um dos indícios;

3. Tem lhe ocorrido sonhar com pessoas que já faleceram
ou ter sonhos premonitórios? Verifique a quantidade e freqüência
com que se lembra de seus sonhos, sobretudo aqueles nos quais
aparecem pessoas que já morreram e passe a anotá-los;

4. Ultimamente você tem recorrido à religião ou a práticas
místicas para solução de seus conflitos? Quando o fizer aproveite
também para refletir sobre seus processos internos não resolvidos;

5. Você tem presenciado fenômenos espíritas ou ouvido
relatos sobre eles que lhe despertaram a curiosidade? Caso ne-
gativo, passe a verificar a ocorrência de fenômenos em sua vida,
para os quais você não encontre uma solução lógica e racional;

6. Já lhe ocorreram fenômenos de sincronicidade, os quais
lhe têm causado surpresa? Em caso negativo, passe a observar a
freqüência com que eles podem estar ocorrendo em sua vida e
relacione-os com seu mundo interior;

7. As pessoas a sua volta costumam convidar-lhe a que
busque sua espiritualidade? Caso não tenha acontecido, aproveite
agora para atender ao apelo e entrar em contato com o sagrado
em você. Não espere mais tempo, pois a vida nos convida de
muitas maneiras quando estamos preparados;

8. Tem surgido, internamente em você, o desejo forte de se
ligar a uma religião ou ao desenvolvimento de sua mediunidade?
Não espere que o desejo surja; dedique-se desde já a seu
desenvolvimento espiritual, a fim de não desencarnar sem iniciar
o encontro com o divino;

9. Têm ocorrido alterações freqüentes na qualidade de seu
sono? Verifique se você tem tido muita insônia ou pesadelos, pois
esses são fortes indícios de influências espirituais. Em caso positivo,
busque ajuda espiritual e psicológica. Em caso negativo, nada
que se preocupar;

10. Você tem tido sensações de desmaio, falta de ar, medo
sem causa aparente, taquicardia e sensação de presenças a sua
volta? Caso esses sintomas ocorram simultaneamente, procure
logo lidar com sua mediunidade, pois ela está relacionada a essas
ocorrências.



Caso você tenha dito sim a pelo menos um terço das
afirmações acima, é sinal de que sua mediunidade está precisando
de que você a ela se dedique com seriedade. Vá em frente. Não
perca mais tempo. Tenha certeza de que será muito importante
para sua vida e para seu futuro espiritual.
Dedicar-se à mediunidade é estudá-la e exercitá-la visando
sua própria felicidade, bem como fazer de seu uso um dos vetores
da realização pessoal. Exercer a mediunidade apenas para ajudar
o próximo pode ser equívoco, pois faltará o ajudar-se a si mesmo
colocando-a a serviço do processo de desenvolvimento espiritual.
Algumas pessoas passam a encarnação dedicando-se ao exercício
da mediunidade a serviço do próximo, e chegando a certa idade
perguntam-se para quê e qual o seu significado na própria
realização pessoal.

O exercício da mediunidade não está dissociado do
processo de realização pessoal, pois a vida exige que cada um,
além de ajudar o próximo, observe a si mesmo e cuide de seu
mundo íntimo.

Sem comentários:

Enviar um comentário